O drywall torna o seu vizinho uma pessoa melhor

Sistema é a saída mais prática, rápida e de melhor relação custo-benefício para bloquear a poluição sonora

 31 de Março de 2021

Textos Releases Notícias Instalador Estudantes Distribuidor Construtora Arquiteto

Em tempos de #fiqueemcasa, passou a ser inevitável conviver por mais tempo com os vizinhos. Quando harmoniosa, essa coexistência é ótima. Agora, quando não é, as coisas complicam um bocado.

De acordo com a Associação Brasileira das Administradoras de Imóveis (ABADI), desde o início do isolamento social as reclamações entre vizinhos nos condomínios triplicaram.

A razão, quase sempre, é o barulho. E a ciência explica o porquê. A exposição circunstancial ou prolongada a ruídos excessivos faz com que o sistema nervoso prepare o corpo para contra-atacar um inimigo invisível. Resultado: músculos contraídos, aumento da pressão arterial e problemas gastrointestinais, entre outros.

Aquele que nunca se incomodou com a furadeira de um vizinho que atire o primeiro livro de ocorrências do prédio.

Os métodos construtivos exercem grande influência nesse nível de exposição, e diversos estudos apontam para a construção em drywall como a saída mais prática, rápida e de melhor relação custo-benefício para bloquear a poluição sonora.

As tipologias padrão de paredes de drywall oferecem o mesmo nível de proteção acústica dos métodos tradicionais, caso da alvenaria.

Ocorre que, por ser um sistema industrializado e modular, o drywall possibilita a criação de soluções personalizadas para as mais diferentes demandas. Por exemplo, de um pequeno quarto de dormir até uma enorme sala de cinema ou um bem equipado estúdio de gravação.

Isso porque o construtor pode variar não só a quantidade de chapas utilizadas, mas também incluir materiais isolantes entre elas, como lãs minerais ou sintéticas, o que aumenta exponencialmente o conforto acústico.

Em paralelo, um ponto obrigatório para os construtores que optam pelo drywall é a utilização da banda acústica. Trata-se de uma fita de alta densidade feita de polietileno expandido que, ao ser colada nos encontros entre as estruturas metálicas e o substrato (pisos, parede ou lajes), impede a passagem do som e evita que as chapas reverberem o ruído excessivo.

Pronto, agora que você já sabe disso tudo, que tal compartilhar o link deste artigo no grupo do condomínio no WhatsApp? 😉


 Comentários

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail

 Nós respeitamos sua privacidade e somos contra o spam na internet.

Instagram

Siga nosso Instagram: @trevodrywall